Sochi foi escolhida como sede do Brasil na Copa do Mundo, a seleção passou 24 dias na cidade

O prefeito de Sochi, Anatoly Pakhomov, esteve no último treino da Seleção Brasileira na cidade nesta quarta (4). Ele foi recebido por Rogério Caboclo, chefe da delegação da Seleção Brasileira na Rússia e CEO da CBF, e por Edu Gaspar, coordenador de seleções da CBF.

“A cidade é maravilhosa. Foi uma grande experiência para todos nós. Muito boa a recepção aqui, ficamos satisfeitos”, disse Caboclo no encontro.

Anatoly desejou boa sorte para o time brasileiro nas próximas fases da Copa do Mundo e afirmou que a passagem do Brasil pela cidade ficará para sempre na história local.

Edu Gaspar comentou com o prefeito que não só os atletas sentiram-se acolhidos na cidade como também os seus familiares, que passaram os últimos dias curtindo as atrações locais.

A autoridade agradeceu pela escolha do balneário russo para ser a sede do Brasil na Copa do Mundo. A equipe brasileira ficou hospedada na cidade por 24 dias no Swissotel Resort, onde foi montada toda a estrutura para receber os atletas, comissão técnica e equipe de apoio.

A Seleção também utilizou dois campos de futebol anexos ao hotel, sendo um deles da administração pública de Sochi, o estádio Slava Metreveli, onde aconteceu o último treino brasileiro.

O encontro terminou com uma troca de presentes entre as autoridades. Anatoly presenteou a CBF com chás típicos, Matrioskas e um livro que conta a história da turística Sochi. Já o prefeito recebeu uma camisa autografada pelos jogadores, que irá, segundo ele, para um museu local.

Por Wilson Rocha, enviado especial da Zumm para a Copa da Rússia

Fotos: Divulgação/Lucas Figueiredo/CBF

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA