As Seleções Francesa e Belga se enfrentam nesta terça-feira, 10 de junho, para disputar uma vaga na final da Copa do Mundo 2018. Os treinadores das duas equipes fizeram ajustes táticos antes da partida e prometem

Esquema tático da Seleção da Bélgica

Nos vermelhos, o treino foi marcado pelo bom humor e risadas durante quase todo o trabalho, tendo todo o elenco a disposição do treinador Martínez. Na partida, porém, não será assim, já que o ala direito Thomas Meunier está suspenso por cartões amarelos.

As primeiras informações são de que Nacer Chadli atue na posição, junto de Fellaini, titular contra o Brasil e muito elogiado pelo treinador, Witsel e De Bruyne no meio de campo. O ataque seria formado por Mertens, retornando ao time, Hazard e Lukaku.

Outra possibilidade que foi testada nos treinos, segundo a imprensa belga é um esquema com quatro zagueiros. Alderweireld na lateral direita, Vermaelen ao lado de Kompany e Vertonghen fazendo a lateral esquerda. Os dois extremos já atuaram nas respectivas posições anteriormente, inclusive no Tottenham, onde atuam juntos.

Caso seja confirmado essa formação, O meio de campo seria formado por Fellaini, Witsel, Chadli e De Bruyne, com Hazard e Lukaku no ataque.

Leia também: França deve ter força total contra Bélgica

Jogadores falam sobre o título

De Bruyne, em entrevista coletiva, afirmou que a pressão de enfrentar a França deve ser transformada em título. “É sempre agora ou nunca em uma Copa do Mundo. Temos que transformar isso em título. Em uma competição como essa, porém, se você perde, acabou. Há sempre pressão no jogo, muitas pessoas estarão assistindo, mas tentaremos dar nosso melhor”.

“Não é estranho estarmos aqui. Bélgica tem um grande time, queremos ser campeões do mundo. Mostramos nossa ambição e queremos vencer de qualquer forma. Iremos o mais longe que pudermos para vencer o torneio e demonstraremos isso amanhã”, completou o meia.

O zagueiro Vermaelen, que pode aparecer na formação titular, disse que a Seleção está confiante até no título. “Nossa ambição é vencer a final. Por que se não formos campeões, será uma decepção […] Se pensamos isso de nós mesmos? Sim, nós eliminamos o Brasil. Seria estranho se eu dissesse outra coisa”.

“A França sempre foi uma das favoritas. Talvez seja uma partida mais difícil do que contra o Brasil. Para mim, Kylian Mbappé é o melhor jogador da seleção francesa. Ele é extremamente rápido e pode decidir uma partida com um flash. Mas também têm jogadores como Dembelé, Giroud ou Kanté. É uma equipe muito forte”, completou, elogiando a adversária na semifinal.

Já Chadli afirmou que a vitória sobre o Brasil deu muita confiança aos belgas. “Para nós, foi um passo grande ganhar no Brasil para ter a confiança e mostrar que podemos. Somos um país pequeno com 11 milhões de habitantes, e estamos orgulhosos”.

Time titular possível: Courtois, Alderweireld, Kompany e Vertonghen; Fellaini, Witsel, Chadli e De Bruyne, Mertens (Vermaelen), Hazard e Lukaku.

Por Wilson Rocha, enviado especial da Zumm para a Copa da Rússia
Foto: Divulgação/ Fabrizio Brensch/Reuters

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA