De roupas a acessórios, passando por objetos de entretenimento, os anos 1990 voltaram com tudo. Até a tecnologia – tão evoluída – não resistiu aos seus encantos

Se você está na casa dos 20, 30 anos, é quase impossível que não tenha se divertido com eles (se você é mais velho, viu e reclamou da garotada que não largava esses adereços). Pois é! O NES (Nintendo Entertainment System) e o Tamagochi (popularmente conhecido como bichinho virtual) voltaram para nossas vidas, mostrando que o clássico ainda tem espaço em meio a tanta modernidade.
Mas nada de ficar só no passado! Além da nostalgia, os 2, agora, buscam atrair um novo público e, quem sabe, conquistar mais uma geração. Conheça os detalhes dessas versões:

Tamagoshi
Alimentar, dar banho, levar para passear, colocar para dormir (tudo com tempo determinado) … enfim, cuidar de seu animal de estimação – que nesse caso fica dentro de um aparelhinho que cabe na palma da mão. Sim! Os bichinhos virtuais estão de volta, sem praticamente nenhuma alteração. Por enquanto, esse retorno se deu especialmente no Japão, país de origem dessa febre, mas não deve demorar a aparecer por aqui. A pergunta que fica é: será que diante de tantos jogos e plataformas de resolução incrível essas criaturinhas pixalizadas vão cair nas graças das crianças novamente?

Foto Divulgação

NES Classic Edition
Mesmo sendo muito menor e mais leve que a versão original, o novo NES é visualmente idêntico ao console de 1985, inclusive com abertura para cartucho. Mas aí aparece a 1ª mudança: a entrada é só “para inglês ver”, já que, na nova versão, os jogos são armazenados em uma memória interna – o aparelho vem com muitos jogos, como Super Mario Bros. do 1 ao 3, The Legend of Zelda e Pac-Man. Na parte da frente, há 2 botões (power e reset), enquanto atrás estão uma porta USB, para energia, e outra HDMI. O controle também remete ao visual clássico e original, o que resulta em um cabo de apenas 77 centímetros – como dos primeiros jogos produzidos (poético na teoria, pouco funcional na prática!).

Por Amanda Pioli

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA