Diversos sintomas que afetam a região do rosto, como dores, estalos e dificuldade de mastigação, podem ser resolvidos por meio de um tratamento odontológico

Muitas pessoas relatam dores de cabeça, nos olhos, ouvidos, desconfortos persistentes após tratamentos dentários, zumbidos, estalos, dificuldade para mastigar e/ou abrir a boca. O que pouca gente sabe é que esses sinais, isolados ou combinados a problemas de saúde, como enxaquecas, sinusites, fibromialgia, depressão, e problemas habituais, como ranger, apertar os dentes e roer unhas, podem estar relacionados a Dores Orofaciais e Disfunções Temporomandibulares (DOF/DTM), que devem ser tratadas por um dentista especializado, como explica a Dra. Ira Uekama (CRO/SP 66586), especialista nessa modalidade da odontologia que cuida das alterações do aparelho mastigatório. Ela ressalta que, devido à presença de fatores diversos que podem influenciar em cada caso, o tratamento exige a participação de uma equipe multiprofissional.
As DTMs parecem estar mais presentes nas mulheres (fato este que pode estar relacionado a questões hormonais e comportamentais), porém, atualmente, os estudos têm mostrado que alterações no sono, hábitos de vida, estresse e problemas posturais podem contribuir com o aparecimento e até a piora do quadro. Vale ressaltar que as crianças, cada vez mais, estão sendo afetadas por estas alterações.
Membro efetivo da SBDOF (Sociedade Brasileira de Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial), a Dra. Ira conta que, logo na 1ª consulta, faz uma análise clínica completa e pede exames complementares, como radiografias, tomografias e ressonância magnética, para garantir um diagnóstico mais preciso e elaborar um tratamento adequado.
A dentista afirma que, buscando melhorar a qualidade de vida de seus pacientes, iniciou sua dedicação nessa área há mais de uma década, investindo em mais conhecimento, e, agora, oferece um tratamento inovador, que é a Viscossuplementação, feita por meio de aplicações de medicamentos nas articulações “Além de melhorar a movimentação da mandíbula, induz a regeneração dos tecidos articulares, que era algo que antes não obtínhamos. É uma inovação enorme em termos de resultado”. A técnica é indicada, especialmente, para casos de estalos e problemas articulares persistentes.
“O foco do meu trabalho é oferecer um tratamento superpersonalizado, desenvolvendo uma relação forte com meu paciente, que, não raro, mostra sinais de abatimento por estar vivendo com dores há tempos, para as quais nunca encontrou solução. Então, busco reabilitá-lo, tanto no sentindo funcional, quanto recuperar a qualidade de vida dele”, finaliza.

Dra. Ira Uekama Odontologia
Rua Marechal Rondon, 208 – Sala 12
Jardim Sumaré, Ribeirão Preto – SP
(16) 3626.4036
(16) 9 9342.6233 (WhatsApp)
www.facebook.com/ira.ueka

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA