Com os avanços da medicina veterinária, é possível garantir uma velhice confortável para os nossos pets

Os animais, assim como nós, precisam de cuidados conforme a idade vai chegando. Você sabia que pets como cães e gatos já são considerados idosos a partir dos 8 anos? Mas não precisa se preocupar! Com os avanços da medicina veterinária, nossos companheiros já vivem bem mais que isso. No entanto, é bom saber que a partir dessa idade é necessário um cuidado redobrado, como explica a Profª. Drª. Ana Carolina Alves, médica veterinária especialista em bem-estar animal: “Os animais idosos devem ir ao veterinário a cada 6 meses para avaliação do estado geral, fazer hemograma e outros exames complementares quando necessário. Seguindo as orientações do especialista, o animal pode ter uma velhice muito saudável e confortável”.
Lembra daquela ideia de que animais SRD (sem raça definida) vivem mais? Isso é mito! E mesmo a expectativa de vida calculada a partir do porte do bichinho já tem se mostrado falha. “Hoje as disfunções que aparecem com a velhice são precocemente diagnosticadas e controladas. Aproximadamente 30% dos pacientes que frequentam a clínica possuem mais de 12 anos e estão em plena saúde. Provavelmente viverão mais 3 ou 4 anos”, comenta a veterinária.

dog
Mesmo com todos os recursos disponíveis para garantir uma boa velhice aos nossos companheiros de 4 patas, há ainda um grande número de abandono de pets com mais idade por não serem mais ativos como antes ou mesmo pelo investimento com eventuais tratamentos. Por isso, antes de adotar é preciso planejar! “O novo dono deve saber que terá que cuidar e zelar por essa vida por, no mínimo, 15 anos. Precisamos nos organizar e economizar também para as vacinas e veterinário daquele que dizemos ser o nosso ‘melhor amigo’”, finaliza Ana.

por Mirela Dias – fotos Zoro Seixas e divulgação

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA