Sombra e água fresca são as palavras de ordem para seu pet curtir a estação mais quente do ano de forma segura e saudável

Muita água e evitar sair no sol em determinados horários são as recomendações médicas mais comuns para nós com a chegada do verão e, consequentemente, das altas temperaturas. Mas você sabia que os cães também precisam de alguns cuidados para enfrentar essa estação sem perder qualidade de vida?
Hipersalivação, respiração muito ofegante, pele muito quente, batimento cardíaco acelerado e cansaço são alguns dos sintomas que o bichinho pode apresentar quando exposto a altas temperaturas. Então, aquele passeio da hora do almoço pode não ser mais tão indicado. Além disso, é bom considerar que a percepção de calor humana e a animal são diferentes e que os pelos do cão, ao contrário do que pensamos, ajudam a equilibrar a temperatura corporal deles!

Para curtir o verão com seu companheiro de 4 patas de maneira segura, algumas dicas são indispensáveis:
1. Manter água limpa e fresca sempre à disposição;
2. Garantir a existência de uma sombra no local de permanência do animal;
3. Nunca deixar ele sozinho dentro do carro;
4. Não praticar exercício durante as horas de mais calor (cuidado também com as queimaduras nas patas!);
5. Em viagem, manter as janelas um pouco abertas ou o ar condicionado ligado e parar de 2h em 2h para lhe oferecer água fresca.

por Mirela Dias

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA