Samanta Belbichô Ferreira, Welinton Enéias de Andrade, Tamires Batigalhia, Glória Esteves Vieira, Rodolfo Lombardi Archangelo, Ana Laura Soffientini, José Augusto de Oliveira e Luane Carletti Silva, alunos do 10º período do Curso de Direito do Centro Universitário Moura Lacerda, de Ribeirão Preto (SP), foram aprovados na segunda fase do XXIII Exame da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). O resultado positivo é obrigatório para o exercício legal da profissão.
Na primeira fase, em 23 de julho, os estudantes se submeteram a uma avaliação com 80 questões sobre temas abordados em todas as disciplinas ao longo da Graduação. O candidato precisava acertar metade da prova para avançar a próxima etapa. Já a segunda, aplicada em 17 de setembro, incluiu uma prova prático-profissional, que continha uma redação e questões práticas, ficando o conteúdo a critério do candidato na inscrição.
“Foram tantos os momentos de angústias, medos e incertezas que quando você identifica seu nome na lista de aprovados sente que todo o seu esforço valeu a pena”, comemorou Samanta Ferreira. Rodolfo Archangelo disse que atingiu seu objetivo e sente-se, agora, realizado. “Foi muito emocionante, gratificante, sensação de dever cumprido”, destacou.

Alunos e professores comprometidos
A experiência adquirida durante o curso e o apoio de todos os professores foram essenciais para a aprovação de Welinton Andrade. “Agradeço aos professores pela qualidade do ensino prestado e por me auxiliarem na preparação para a prova”, ressaltou. Para os colegas que ainda farão a prova ele dá algumas dicas. “Com uma rotina de estudos organizada é possível revisar todo o conteúdo e ir para o exame preparado e confiante”, recomendou.
A coordenadora do Curso de Direito do Centro Universitário Moura Lacerda, Carolina Assed, também comentou o empenho de todos. “Sempre houve muita dedicação e comprometimento por parte de professores e alunos”, disse. Glória Vieira concordou com a educadora. “Saboreamos uma vitória que é a combinação de esforço próprio com bom aproveitamento do curso que o Moura Lacerda nos proporcionou”, concluiu.

DIVULGAÇÃO

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA