Evento realizado no Centro de Eventos Stream Palace foi organizado pela APP de Ribeirão Preto

A APP Ribeirão (Associação dos Profissionais de Propaganda) entregou no dia 30 de novembro, os prêmios para os 50 trabalhos vencedores do FestGraf 2017. O festival avalia as melhores peças de publicidade em mídia impressa, produzidas por agências de publicidade, pelas gráficas nas categorias qualidade de impressão e por estudantes com o prêmio universitário.
O objetivo do festival é enaltecer a criatividade, o empenho e a qualidade das agências de propaganda e dos fornecedores do segmento de mídia impressa.  “A mídia impressa não vai acabar. O rádio não acabou, assim como a TV também não vai acabar. A tecnologia aponta os caminhos para a área digital, mas os jornais e as peças impressas não vão ser extintos e é pensando nisso que vamos continuar incentivando e premiando as melhores produções deste setor da comunicação”, afirma Toni Valente, presidente da APP Ribeirão.
Ao todo 400 peças concorreram aos prêmios de Ouro, Prata e Bronze nas categorias premiadas na ordem: impressos com acabamento e efeitos especiais, qualidade de impressão, anúncio em jornal, ilustração e mascote, institucional, fotografia publicitária, design, mídia exterior, embalagem e rótulo, anúncio em revista, órgãos públicos, campanha, identidade corporativa e visual, promocional e ações de cidadania.
A penúltima categoria anunciada foi a do prêmio universitário, criada para incentivar a participação dos estudantes de comunicação no festival. Quem levou o ouro foram os alunos da agência experimental  Zebra do Instituto Adventista de Ensino (UNASP) de Campinas (SP).
Além das categorias, a peça “Branding Bring the Bacon” da agência Maya Comunicação de São José do Rio Preto (SP) levou o Grand Prix como melhor trabalho da publicidade de mídia impressa do FestGraf 2017.

Por Léo Reis e Bruno Grilo / DIVULGAÇÃO

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA