O sucesso de qualquer procedimento cirúrgico não depende apenas da operação. Alguns tratamentos e massagens são essenciais para conquistar o resultado ideal e evitar complicações futuras

Após qualquer cirurgia plástica, como abdominoplastia, mamoplastia, alterações faciais ou mesmo lipoaspiração, é necessário ter alguns cuidados com postura, alimentação, curativos e, principalmente, com a pele, para garantir a boa cicatrização e o efeito desejado.
Segundo a fisioterapeuta Sabrina Matthes, quando o paciente passa por uma operação, além de possíveis cicatrizes, ele apresentará a formação do edema (retenção de fluidos no corpo), o que é normal devido às manobras cirúrgicas. “Para melhorar o desconforto, a dor e estimular a reabsorção desse líquido acumulado, é de extrema importância a realização da drenagem linfática. A drenagem específica oferece uma melhora mais rápida e previne possíveis complicações, como a formação da fibrose”, explica. De acordo com a especialista, a quantidade de sessões varia conforme a necessidade do paciente, pois cada um revela uma resposta diferente ao tratamento (a média é de 20 a 30 sessões). Além da drenagem, com uma avaliação diária da evolução do paciente, podem ser indicados tratamentos com o auxílio de equipamentos como laser, ultrassom de alta potência, LED, alta voltagem e microcorrente, o que acelera o processo de recuperação. “Não vejo a possibilidade de uma pessoa passar por uma cirurgia plástica e não fazer o acompanhamento pós-operatório com um fisioterapeuta habilitado. A recuperação da cirurgia e o resultado esperado dependem totalmente desses atendimentos”, afirma.

Sabrina Matthes – Foto Roberto Galhardo

“Para melhorar o desconforto, a dor e estimular a reabsorção do líquido acumulado, é de extrema importância a realização da drenagem linfática. A drenagem específica oferece uma melhora mais rápida e previne possíveis complicações, como a formação da fibrose”.
Sabrina Matthes – Fisioterapeuta

DA REDAÇÃO

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA