Tanto no Brasil quanto além-mar, os hotéis luxuosos expandem seus domínios. Mas quais as características e o futuro desse segmento que tanto atrai admiradores?

Especialista em hotelaria e turismo de luxo, Dominic Ladet, owner da DOM Creative Consulting, se tornou reconhecido mundialmente por ajudar a expandir e aperfeiçoar o segmento. Na entrevista a seguir, ele conversa com a Zumm Ribeirão sobre o tema e suas apostas para o que está por vir.

 

Zumm Ribeirão: Quais características definem o hotel de luxo?

Dominic Ladet: O conceito de luxo mudou muito nos últimos anos, e acredito que ele não está mais ligado a oferecer apenas um prédio bonito com mobiliário assinado por grandes designers. Para mim o que melhor define hoje um hotel de luxo, além da qualidade do serviço impecável e qualidade das instalações, é a experiência que ele pode proporcionar ao cliente, quem vai a um hotel deste nível quer se sentir como o único hospede do edifício. Não precisamos falar apenas nas atividades ou passeios superexclusivos que estas propriedades oferecem, o luxo está nos mínimos detalhes, em pensar nas necessidades do cliente antes mesmo que ele perceba que as tem.

 

Z.R.: Há diferentes perfis de hotel de luxo?

D.L.: Sim, existem hotéis de luxo para todos os gostos, vimos nos últimos 20 anos um aumento significativo dos Hotéis Boutique, geralmente pequenas propriedades, mas com serviços excelentes e muita, mas muita identidade e personalidade. Com isso, atualmente o leque de opções para os clientes é imenso, e vai desde os estilos mais clássicos e tradicionais ate os mais contemporâneos. Nesse ponto entram as agências de viagem, que por terem um contato direto com seus clientes conseguem guia-los entre as opções que mais se encaixam ao seu perfil.

 

Z.R.: Existe diferença entre hotel de luxo e resort?

D.L.: Um resort é um Hotel mais voltado – e com infraestrutura – para lazer e entretenimento, geralmente os resorts tem a disposição serviços como salão de beleza, serviços de atividades físicas indoor e outdoor, recreação adulto e infantil e convívio com a natureza, tudo isso sem precisar sair do próprio empreendimento.

 

Z.R.: Quais países são referências nesse segmento? Por que?

D.L.: Países como França e Itália sempre serão os clássicos neste segmento, mas o luxo hoje é plural e temos excelentes propriedades em vários países do mundo. Podemos citar o exemplo da África e Ásia, que a cada dia nos surpreende com um novo hotel, experiência ou serviço mais exclusivo e original que o outro.

“Vimos nos últimos 20 anos um aumento significativo dos Hotéis Boutique, geralmente pequenas propriedades com serviços excelentes e muita identidade e personalidade”

Z.R.: Quais são as principais opções no Brasil?

D.L.: O país tem um potencial enorme para o segmento de luxo e vejo que depois de muito tempo estagnado o Brasil hoje está se movendo para oferecer uma gama maior de opções em seu próprio território. Sempre acreditei neste potencial nacional e por isso abri a DOM Creative Consulting, para ajudar o setor a se desenvolver, oferecendo o melhor serviço aos seus clientes e também a se posicionar no mercado de maneira correta.

Hoje trabalho com algumas das mais incríveis opções de hotelaria de luxo no país, são elas a Pousada Literária de Paraty, Pousada Tutabel em Trancoso, Kenoa Resort & Spa em Maceió e Insólito Boutique Hotel em Búzios. Cada uma delas tem seu charme e peculiaridade que transformam a estadia dos clientes em uma experiência inesquecível. Imagine fazer uma degustação de ostras frescas no meio de uma lagoa marinha em Alagoas, passar o dia em uma Escuna Gourmet e depois adormecer em uma pequena casa na praia, sozinha no único Fiorde do Brasil, ou acordar em Trancoso e poder ter seu café da manhã servido a qualquer hora do dia em uma praia praticamente sua. São apenas algumas das experiências disponíveis nos hotéis do nosso portfólio.

 

Z.R.: Como a Dom Creative Collection atua nesse mercado?

D.L.: A DOM Consulting é irmã gêmea da DOM Collection, e começou com meu amor por este país, em como ele me recebeu nestes últimos 12 anos enquanto estava no Fasano. Sempre acreditei no potencial que esta terra tem a nível de turismo e hotelaria, logo, a minha consultoria poderia ajudar este mercado a se desenvolver mais, a enxergar o que pode ser feito para atingir todo esse potencial da melhor forma possível. Estamos cercados por um cenário cinematográfico onde qualquer sonho pode se tornar realidade, e eu adoraria fazer com que esse cenário se tornasse uma realidade aos olhos do mundo todo.

 

Z.R.: Quais as tendências para 2017 da hotelaria de luxo?

D.L.: Acredito que a tendência para o turismo de luxo no ano de 2017 serão os destinos menos explorados e em rápida transformação. Cuba é a primeira da lista, uma vez que ninguém sabe por quanto tempo o patrimônio cultural da ilha será mantido. Devido ao ameaçador aquecimento global, Ártico e Antártida, também podemos citar a Grande Barreira de Corais australiana que desaparece a cada ano por causa da poluição, e Veneza, que tem seus alicerces super deteriorados. A ONU elegeu 2017 como o ano do Turismo Sustentável, logo o tema estará em alta. Que bom!

 

Por Amanda Pioli

Foto divulgação

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA