Descubra quais os caminhos que esta delícia percorre até chegar à mesa da sua casa e os benefícios que sua composição oferece, como as vitaminas A, B2 e D

Macia, saborosa e nutritiva (com 59% a mais de cálcio e 48% a mais de proteínas que a muçarela de leite da vaca), a muçarela de búfala faz parte do cotidiano gourmet de milhões de pessoas em todo o Brasil. De origem italiana, este tipo de queijo possui ainda 40% menos colesterol e conta em sua composição com as vitaminas A, B2 e D, sendo uma opção muito utilizada pelos nutricionistas em reeducações alimentares e dietas.

Assim como eu, você já se perguntou como a muçarela de búfala é fabricada? Para matar a minha curiosidade (e a dos leitores da Revista Zumm, é claro!), bati um papo com o administrador de empresas Ricardo Cotrim Rodriguez, um dos proprietários da Búfalo Dourado, pioneira no país há aproximadamente 30 anos.

Cotrim me ensinou o bê-á-bá da produção e confesso que foi impossível segurar a água na boca. “A primeira etapa é a obtenção do leite de búfala e a segunda é a sua padronização. Depois, diariamente, realizamos a análise do leite para que, em seguida, seja pasteurizado e desnatado. Dessa forma, conseguimos que nossos produtos tenham a quantidade exata de nutrientes por embalagem”, explica o administrador.

Continuando com a nossa “aula”, o próximo passo é o da coagulação. “Nesta etapa adicionamos o fermento e o coalho, ambos naturais, e que são os únicos ingredientes de nossa muçarela, fora o leite de búfala. Esperamos o leite se transformar numa espécie de coalhada, o que dura exatamente 4 horas”, esclarece Cotrim.

Com a coalhada pronta, chega a hora da filagem, movimento de aquecer e esticar a massa que dá a consistência da muçarela de búfala. “Logo em seguida, moldamos as ‘bolinhas’ do queijo em seus diversos tamanhos e colocamos no soro para enviar aos nossos clientes”, conclui.

Para garantir a qualidade do produto, as entregas da Búfalo Dourado são feitas no dia seguinte ao da elaboração da muçarela. “Como não adicionamos nenhum conservante, ela possui uma vida útil de 20 dias. Por se tratar de um alimento muito delicado, ele deve ficar na refrigeração o tempo todo. Uma dica para que seu sabor fique ainda melhor é retirá-la da geladeira uns 30 minutos antes do consumo. Uma vez aberta, a muçarela deve ser consumida em 48 horas”, finaliza Cotrim.

POR JOANA MORTARI

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA