A rejeição é uma parte fatal das vendas, assim como nossa tendência natural de evitá-la. Nosso medo da rejeição teve origem a milhões de anos atrás…

Se nossos ancestrais fizessem a escolha errada numa situação de combate ou de fuga, ela poderia ser a sua última. É natural formarmos hábitos que reduzem nossa exposição à rejeição. Dentro do segmento de vendas, também acabamos nos “protegendo” contra a rejeição, porém o sucesso só virá se lutarmos contra esse instinto.
Por exemplo: você pode descobrir que vender para gerentes de nível intermediário é mais fácil e menos estressante. São pessoas mais simples de atingir e mais agradáveis de lidar. Pode descobrir ainda que realizar tarefas essenciais e rotineiras, como ligar para 5 clientes novos por dia dentro de 1 hora sem interrupções, trará, em 2 meses de trabalho, mais vendas futuras.
Mas quer uma dica de ouro para ser campeão em vendas? Faça do desagradável a sua rotina! É verdade que na vida, e com certeza no dia a dia do escritório, você vai ter que fazer muitas coisas que pode achar tediosas. E o pior é que terá que continuar fazendo até que elas se tornem hábitos. Resumindo: há uma luz no fim do túnel! Quanto mais você fizer, menos desagradável essas situações se tornam. Vai chegar a um momento, acredite se quiser, que o medo da rejeição vai desaparecer ou se tornar tão brando que você não vai mais nem o notar. E esse é o verdadeiro truque das vendas: ela é cheia de atividades desagradáveis que levam a resultados agradáveis.

Gostaram das dicas? Então compartilhe e envie seus comentários, críticas e elogios para baratella@funildevendas.com.br ou WhatsApp para (16) 9 9237.2727.
Boas vendas!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA