A pergunta que não sai da cabeça de muitos homens (ao contrário dos fios) pode ter resposta por meio de inúmeros tratamentos, incluindo o implante capilar

Atualmente, a calvície masculina pode ser combatida de várias maneiras. No caso dos homens que ainda possuem cabelo, os tratamentos clínicos com medicamentos, tônicos capilares e laser são eficientes. Para aqueles que já sofreram a queda dos fios e apresentam sinais de calvície, o melhor é o implante capilar.

A técnica mais utilizada de implante é chamada de FUE (Follicular Unit Extraction) e é realizada por meio da remoção de cada unidade folicular. Ou seja, com equipamentos modernos e tecnólogicos realizamos a remoção dos folículos que se encontram na nuca – nessa retirada, não são necessários pontos e, por isso, não há risco de cicatriz no couro cabeludo. Depois de retirado, o folículo é preparado e implantado na região calva (em um único procedimento são retirados e colocados em torno de 4 mil fios).

Por ser uma cirurgia minuciosa, exige uma equipe médica composta por dermatologista e cirurgião plástico, além de alguns assistentes médicos. Não é necessário anestesia geral, apenas local, e o paciente ainda volta para casa no mesmo dia, retomando suas atividades normais em torno de 3 ou 4 dias.

Após a implantação, os fios caem naturalmente, respeitando o ciclo do cabelo e, depois, crescem com uma taxa de 95% dos fios implantados. A partir dos 25 anos já é permitida a realização desta cirurgia, a qual garante um resultado muito natural, uma vez que não é feita em “tufos”, como as realizadas antigamente.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA