A data de 11 de novembro é dedicada a conscientização desse sintoma e da necessidade de consultar um profissional para descobrir as razões por trás dele

Considera-se zumbido qualquer barulho, chiado, “cachoeira”, “zunido de abelha”, “panela-de-pressão”, assobio, apito, zunido, música ou, até mesmo, uma mistura de alguns desses dentro do ouvido. É comum ouvir queixas em que a pessoa diz que o som “está no ouvido”, parecendo vir de uma fonte externa – porém, não há essa fonte, ou seja, nada acontece fora do ouvido.
O zumbido é um sintoma e não uma doença, que muitas vezes ocorre devido à lesão nas células sensoriais auditivas, podendo ser acompanhada ou não por perda auditiva. A investigação médica determinará a possível origem e, com isso, a melhor abordagem e acompanhamento a ser feito, medicamentoso ou alguma terapia de suporte.
O fonoaudiólogo especializado em audiologia, apoiado e autorizado pelo Tinnitus Center, terá condições de personalizar o atendimento por meio do Programa de Acompanhamento ao Paciente com Zumbido em um centro auditivo qualificado.
Nesses centros, o profissional capacitado é fundamental para orientar, aconselhar e buscar as melhores soluções tecnológicas, como a terapia sonora que visa à cura do zumbido por meio da neuroplasticidade e da habituação por meio de geradores de som. Aparelhos auditivos mais modernos contam com essa tecnologia de enriquecimento sonoro e estão revolucionando o tratamento do zumbido. Há também fontes geradoras de som externo e travesseiros com caixa acoplada para gerador de som com uma variedade de estímulos.
O zumbido é algo muito difícil de acostumar e traz impactos sociais, emocionais e psicológicos, interferindo nas atividades diárias. Mas ele tem tratamento e a busca pelo profissional fará o diferencial na qualidade de vida.

 

Por Flavia Araujo Santos | Fonoaudióloga- (CRFª 2 – 11.140)
A Sonido poderá lhe trazer mais informações. Agende sua consulta.
Rua Casemiro de Abreu, 576.
Vila Seixas – Ribeirão Preto/SP
0800 606 80 73
www.sonidoaudicao.com.br

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA