Com uma aula muito dinâmica e animada, modalidade que mistura passos do balé clássico com exercícios funcionais ajuda a definir o corpo e melhora a postura

Não é preciso ser bailarina profissional ou muito menos ter passado a infância praticando balé. De acordo com Ana Claudia da Silva, professora da Bodytech em Ribeirão Preto, as aulas de Ballet Fitness podem ser praticadas por pessoas de qualquer idade e nível de desempenho – do iniciante ao avançado. “O gasto calórico é elevado e chega a mais de 700 calorias em uma aula que dura cerca de 50 minutos. Em uma pessoa com nível mais avançado, a quantidade gasta de calorias pode ser ainda maior. Tudo varia de acordo com a intensidade dos movimentos, que são feitos na barra, e dos exercícios, como abdominais, flexão de braço, agachamentos, que trabalham o corpo todo”.

Ainda segundo a profissional, os praticantes também melhoram o equilíbrio, a força, a resistência e a definição muscular. Aos 31 anos, Marcela Marques Gomes se tornou adepta à modalidade, e há cerca de 1 ano é aluna assídua. “De todas as atividades que pratiquei, esta foi a que promoveu melhores resultados. Meu condicionamento físico e tônus muscular melhoraram muito! Senti que minha cintura afinou e o bumbum empinou!”, revela.

Por Mariana Campos – Foto Roberto Galhardo

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA